quinta-feira, agosto 04, 2005

olhar os factos

"O estudo que granjeou fama a Levitt é dedicado à criminalidade. O economista investigou as razões do decréscimo de crimes violentos na década de 90, nos Estados Unidos. Com cálculos rigorosos, derrubou várias explicações convencionais, como o uso de novas táticas policiais e o crescimento econômico, e chegou a um fator que não se via nas análise anteriores: a legalização do aborto nos Estados Unidos, em 1973. Levitt argumenta que filhos indesejados de mães solteiras e pobres têm maior risco de enveredar pelo crime – e que milhões desses criminosos em potencial foram abortados de 1973 em diante. Segundo suas estimativas, o impacto do aborto responderia por 40% da queda da criminalidade nos anos 90 (outros fatores importantes incluiriam o aumento do efetivo policial e do número de prisões). A tese foi atacada de todos os lados: os conservadores acusavam Levitt de fazer a propaganda do aborto, e a esquerda o atacou por supostamente propor a esterilização dos pobres. Tudo bobagem. Levitt não é um defensor nem do aborto nem da eugenia. Ele é um cientista que confia no exame empírico, e não em esquemas ideológicos. Seu livro traz esta lição fundamental: o essencial é olhar sempre os fatos."

in Veja, Freaknomics

Ainda assim entendo que não passou o tempo suficiente sobre o referendo realizado. Há que respeitar a decisão da maioria de votantes, sob pena de haver a tentação de retir referendos até acertar no resultado que mais convém.

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Keep up the good work » »

12:55 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Keep up the good work »

2:47 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home